Vinícius Cugler Magueta

VINÍCIUS C. MAGUETA, 23 anos, da cidade de Praia Grande/SP. Fornado no Curso de Licenciatura em Teatro/Arte-Educação, na Universidade de Sorocaba. Ator, diretor e artista circense (malabares, trapézio, acrobacia, clown, etc). Pesquisador de suspense teatral, com monografia apoiada pela FAPESP no estudo do "serial-killer" Roberto Zucco de Koltès. Além de arte-educador, é também professor de técnicas circenses e diretor teatral.

domingo, 16 de novembro de 2008

ARTE


Só precisa sentir.
Feche os olhos e sinta as inúmeras possibilidades que o ser humano pode atingir!
Esqueça as teorias, estamos no momento de inovar. Jogue fora os livros antigos, esqueça Stanislavski, Brecht, Artaud, Meyerhold, etc...
Crie, mesmo que digam que tudo já foi feito!
Arte ilimitada.
.
Abaixo deixarei uma poesia de um artista da poesia contemporânea e um grande amigo meu: Meu amigo poeta Marcelo Plácido.
.
Arte ao extremo
Marcelo Plácido
.
"Arte ao extremo
Como se as unhas de Fred Gruguer
Atravessasse a tela do cinema
.
Como se o som reverberasse
A ponto de estourar os vidros da janela
.
Como se Romeu de tanto amor
Quisesse fugir de cena querendo-a de verdade
.
Como se o dançarino falasse com o rosto
Toda a emoção que a alma quisesse
.
Como se no circo a platéia morresse
De tanta gargalhada do palhaço alegre
.
Como se a tela fosse pintada às escuras
Por um louco com os olhos vendados
.
Como se as palavras surgissem impensadas
Manipuladas por mãos descontroladas
.
Como se o saxifonista esquecesse todas as notas
E tocasse deitado achando não ser notado
.
Como se o maestro impulsionado por dentro
Movesse as mãos despreocupadas com o resultado
.
Como se os objetos empoeirados do museu
Saíssem correndo cansados de não ser mais usados
.
Como se o baile acontecesse na chuva
Ficando apenas casais apaixonados
.
Como se o poeta perdesse a noção do tempo
E per-des-se a no-ção da ri-ma
Porque extasiado
Pensamentos
não lhe saem
mais
da
cabeça
.
Arte ao extremo
Somente ao extremo"
.
Isso explica um pouco o que sinto.
Obrigado Marcelo Plácido!
.
Amor
raridade
talento
emoção
!

2 comentários:

Marcelo Plácido disse...

"Arte ao extremo
como se o baile acontecesse na chuva
ficando apenas casais apaixonados"

é isso ai Vi,
somente ao extremo,

Os nossos sonhos só estão começando!!!

Sucesso, muito sucesso
Abraços
M.P.

*Cassy* disse...

(sem palavras....comovida)

O seu amigo escreveu um dos poemas mais lindos que já li!
Dê os Parabéns à ele!
Ele foi fantástico em todas as citações e comparações!